Boletim 3


Um olhar sobre as janelas do futuro

Assim como o carro elétrico, o celular e a televisão HD têm influenciado o comportamento de consumo e a vida de milhares de pessoas, a esquadria do futuro também está evoluindo neste caminho. Na opinião de Roberto Papaiz, presidente do ITEC (Instituto Tecnologia da Construção Civil), é fundamental que a janela, desde a sua concepção, apresente bom desempenho acústico, conforto, estética e seja sustentável. “A sustentabilidade deve atender as necessidades atuais, sem comprometer a satisfação das necessidades futuras, como o uso racional da energia”, disse o executivo durante palestra o 11º Vidrosom – Seminário Soluções Acústicas em Vidro, realizado na manhã desta sexta-feira (14), na Fesqua.

Na prática, os fabricantes de esquadrias devem priorizar o desenvolvimento do produto alguns requisitos essenciais. De acordo com Papaiz, a janela do futuro deve ter uma transmissão luminosa gradual de 75% até 5%, proteção dos raios solares entre 80% e 85%, permitir um campo visual ou transparência com áreas externas, reproduzir cores superiores a 90% e ter uma ventilação com eficiência energética.

Em relação ao desempenho de alguns materiais, o vidro laminado seletivo é excelente e o mais recomendado para aumentar a luminosidade do ambiente. “O vidro seletivo oferece o melhor custo benefício, mas ainda é pouco utilizado no mercado, se compararmos com o vidro laminado 4 + 4  refletido”, diz Papaiz.

São Paulo é a primeira cidade a ter um mapa de ruído

A gestão da acústica ambiental envolve muitos fatores e vem sendo estudada por especialistas em vários países com o objetivo de reduzir a poluição sonora. “O mapa de ruído nas cidades é uma das ferramentas utilizadas com bastante eficiência, pois permite ter um diagnóstico das áreas que mais afetam a qualidade de vida das pessoas”, disse Carolina Monteiro, membro da Associação Brasileira para a Qualidade Acústica – PróAcústica , na sua apresentação durante o 11º Vidrosom, evento que faz parte da programação da Fesqua – Feira Internacional da Indústria de Esquadrias.

Segundo Carolina, pesquisadora e PhD nos campos de construção acústica e sustentável, oBrasil ainda está bem atrasado em relação a outros países, mas já deu um passo importante com a aprovação da lei municipal 16499, que determina que a cidade de São Paulo tenha um mapa de ruído. “Este movimento vem sendo liderado pela PróAcústica com o apoio de outras instituições. A lei foi promulgada em 2017 e a cidade de São Paulo tem quatro anos para elaborar o plano de ação”.

A partir desse mapa, será possível avaliar, por exemplo, o impacto da velocidade dos carros e do pavimento na propagação do ruído em avenidas como a Paulista. “Esta nova visão sobre o zoneamento acústico também beneficiará as construtoras na tomada de decisão na compra de terrenos para a construção de um empreendimento comercial ou residencial, que também tem relação direta no desempenho de fachadas, com soluções construtivas que atendam os critérios acústicos da NBR 10821”, conclui.

 Soluções para automação de persianas

A Udinese, parte do Grupo ASSA ABLOY, trouxe à Fesqua, o Udiconnect®, solução para automação de persiana integrada que promete revolucionar o mercado da construção. Aderente ao conceito de Internet das Coisas (IOT) funciona por WIFI e pode ser controlado por um aplicativo baixado, gratuitamente, em qualquer modelo de smartphone. A tecnologia permite múltiplos acessos quando liberados previamente via registro.

“Estamos bem otimistas com o lançamento do Uniconnect, pois além de garantir comodidade para ambientes residenciais, permite algumas facilidades para empreendimentos comerciais, uma vez que facilita a manutenção do local fora do horário do expediente”, conta Robson Donato, gerente de marketing da Udinese. Outra importante novidade da empresa na feira é a Fechadura Biométrica YDF40. Indicado para ambientes residenciais ou corporativos, a fechadura é aderente às portas de madeira ou alumínio. Além de garantir ainda mais segurança no acesso aos cômodos e salas, permite a geração de acessos ilimitados por senha ou impressão digital.

Novidades em esquadrias de PVC

A Tecnoperfiles, empresa especializada na fabricação de perfis para esquadrias de PVC há mais de 12 anos, está expondo na Fesqua 2018 as linhas Eurolife (Linha de perfis de PVC para aberturas de correr de baixo custo); Ecolife (Linha de perfis de PVC para máxima-r de baixo custo); Jumbo (Linha de perfis de PVC para fabricação de grandes vãos de correr) e Sistema Pivotante. 

Serviço:

12ª FESQUA – Feira Internacional da Indústria de Esquadrias – www.fesqua.com.br
11ª FEITINTAS – Feira da Indústria de Tintas, Vernizes e Produtos Correlatos – www.feitintas.com.br
16º EBRATS – Encontro e Exposição Brasileira de Tratamentos de Superfície – www.ebrats.com.br

Horários: de 4ª a 6ª, das 14h às 21h, e no sábado, das 11h às 19h
Data: 12 a 15 de setembro de 2018
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – São Paulo/SP

Sobre a Cipa Fiera Milano

A Cipa Fiera Milano, filial brasileira da Fiera Milano, um dos maiores players de feiras e congressos do mundo que a cada ano atraem aproximadamente 30 mil expositores e mais de cinco milhões de visitantes,tornou-se sócia majoritária da Cipa do Brasil em 2011, dando origem à Cipa Fiera Milano. No Brasil, são realizadas 12 feiras que representam os mais diversos segmentos da economia, como segurança, energias limpas e sustentáveis, tubos e conexões, cabos, saúde no trabalho, tintas, tratamento de superfícies, esquadrias, tecnologias em reabilitação, inclusão e acessibilidade, entre outras. Entre as principais marcas do portfólio estão Exposec, Fisp, Fesqua, Ecoenergy, Reatech e Ebrats.


Mais informações para imprensa:

2PRÓ Comunicação
Email equipe: fieramilano@2pro.com.br
Cel. equipe: (11) 98578-1707
Teresa Silva – (11) 3030-9463 |99228-7836
Renê Gardim – (11) 3030-9422 |96098-8438
Juliana Oliveira – (11) 3030-4201
www.2pro.com.br

 


Veja também...